Dia 2 de maio, relembramos a partida de:
* Paulo Freire (1997) – educador do povo brasileiro e referência internacional.

* Augusto Boal (2009) – dramaturgo e fundador do Teatro do Oprimido.

* D. Tomás Balduíno (2014) – bispo e referência na luta por Reforma Agrária, por Direitos Humanos e na defesa dos Indígenas.

Que o legado desses incansáveis lutadores em favor da vida sirva de inspiração para seguirmos firmes nas empreitadas de nosso tempo histórico.

Viva Paulo Freire!

Viva Augusto Boal!

Viva D. Tomás Balduíno!

E como disse José Martí: “La muerte nos es verdad cuando se ha cumplido bien la obra de la vida!”

Dia do Trabalhador
Damares tem demissão negada e afirma que não permanecerá no governo por muito tempo
RSS
Follow by Email
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram