Perdemos no dia 12 último o companheiro deputado José Cândido ou, como nós o chamávamos carinhosamente, o Sêo Cândido. Para nossa Bancada vai ser muito difícil preencher o vazio que sua ausência vai deixar.

Um dos poucos negros da Assembleia, José Cândido tinha a compreensão desta dimensão do seu Mandato, tanto é que coordenou com muita dedicação a Frente Parlamentar de Promoção da Igualdade Racial e Apoio aos Remanescentes Quilombolas. Católico, foi um defensor corajoso do direito às manifestações religiosas de matriz africana para que pudessem ter seus espaços respeitados, além de outras demandas do povo negro.

Como presidente e membro da Comissão de Direitos Humanos da Alesp ele não titubeou na defesa de grupos e pessoas mais sofridas: moradores de rua, os sem-terra, os presidiários entre outros. Sua presença entre eles era constante e lhes passava esperança de um dia terem seus direitos conquistados e respeitados.

No PT, tanto ele quanto seu filho Marcelo são casos a serem estudados em teses de doutorado e mestrado, pelas vitórias que deram ao PT em Suzano e no Alto Tietê. José Cândido foi vereador por 3 mandatos naquela cidade. Marcelo foi eleito deputado estadual e depois prefeito reeleito. José Candido viria a conquistar dois mandatos de deputado estadual. Com eles, a cidade de Suzano e a Assembleia Legislativa conheceram um jeito novo de fazer política, com participação popular, com avanços nas áreas de saúde, educação e cultura. Os bairros conquistaram melhorias urbanas e o povo foi conhecendo cidadania. Juntos imprimiram derrotas à coroneis da política local e ao preconceito racial.

A figura do deputado José Candido, onde chegava, impunha respeito, não só pelos seus cabelos brancos e seu sorriso fácil, mas, muito mais pela sua calma e serenidade, sua figura humilde e sua firmeza de posições. Além de companheiro de Bancada, eu o tinha como um companheiro e amigo e também um pouco como um pai.

Valeu, Seo Cândido! Sua vida e sua militância já era em vida e vai ficar como um dos mais belos exemplos de que política se faz com ética, honestidade e compromisso social. Você conseguiu, o que é raro, dar um sentido muito bom ao seu trabalho, à sua militância e à sua vida, colocando-a a serviço dos mais pobres e humildes e da causa da justiça social, da democracia e da solidariedade.

Simão Pedro

São Paulo perde o deputado José Cândido (PT)
Audiência pública sobre jornada extraclasse dos professores da rede pública estadual acontece nesta quarta-feira (15)
Compartilhe

Receba  Informativo

Você assinou nosso boletim com sucesso e em breve receberá correspondência !