As inscrições podem ser feitas até o dia 18 de agosto e os selecionados serão apresentados na mostra Documenta SP

Foto: Jane Amorim
Ação faz parte do atual projeto da Cia. Teatro Documentário, o Terra de Deitados. Os participantes terão oportunidade de criar um discurso estético dentro dos cemitérios.

CEMITÉRIO DA VILA MARIANA – “Jair nos disse que um terreno nesse cemitério custa em média 19mil reais”
Orientação: Marcelo Soler, Sábados das 15h às 18h – Início 29/08

CEMITÉRIO DA QUARTA PARADA – “O Bruno nos falou que nesse cemitério hoje vivem moradores de rua e repousam políticos da década de 50”
Orientação: Gustavo Curado, Sábados das 10h às 13h – Início 29/08

CEMITÉRIO DA VILA FORMOSA – “Eliane nos disse que esse cemitério é conhecido por ser o maior da América Latina, pelos mortos baleados e pelo funkeiro MC Daleste”
Orientação: Márcio Rossi, Terças das 15h às 18h – Início 25/08

CEMITÉRIO DO ARAÇA – “A própria Carol ouviu de alguém que nesse cemitério fica o Mausoléu da Polícia Militar”
Orientação: Carolina Angrisani, Quartas das 9h às 12h – Início 26/08

INSCRIÇÕES ATÉ 18 DE AGOSTO

5 vagas são reservadas para o os funcionários do Serviço Funerário da cidade São Paulo.


Nem toda lâmpada apagada é problema do Ilume
“Comigo não morreu!”, do Redes e Ruas, incentiva o uso dos espaços públicos por meio de atividades e brincadeiras infantis
RSS
Follow by Email
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram