Deputado Estadual

Simão Pedro foi eleito deputado estadual em três ocasiões: 2002, 2006 e 2010.

Simão levou para a Assembleia Legislativa de São Paulo toda sua experiência nos movimentos sociais, como gestor público, como militante das comunidades e pastorais, como assessor parlamentar e dirigente partidário.

Para Simão, um mandato parlamentar só faz sentido se for expressão dos movimentos da sociedade civil organizada, se for impulsionador da construção do Partido e, sobretudo, se for coletivo e democrático.

Os movimentos de moradia, a luta pela reforma urbana e  agrária,   a agricultura familiar, as comunidades quilombolas, a educação pública e o movimento pela criação de universidades na zona Leste, políticas de segurança alimentar e o combate à fome ganharam um ponto de apoio nos três mandatos de Simão na ALESP.

A função fiscalizadora do parlamento também foi destaque em todos os mandatos de Simão Pedro. Sua atuação se destacou nacionalmente na denúncia das irregularidades e mal-feitos dos governos do PSDB, sobretudo no que ficou conhecido como  “trensalão” tucano, o cartel de empresas que atuam nas obras do metrô.  Entretanto, boa parte desses crimes permanecem impunes até hoje, em virtude da blindagem das lideranças do PSDB.

Em janeiro de 2013, Simão Pedro se licenciou do seu terceiro mandato e aceitou o desafio do prefeito Fernando Haddad: comandar a Secretaria de Serviços da principal cidade da América Latina.

Saiba mais do 1º Mandato

Saiba mais do 2º Mandato

Saiba mais do 3º Mandato

 Compartilhe nas Redes Sociais

Deputado Estadual

Simão Pedro foi eleito deputado estadual em três ocasiões: 2002, 2006 e 2010.

Simão levou para a Assembleia Legislativa de São Paulo toda sua experiência nos movimentos sociais, como gestor público, como militante das comunidades e pastorais, como assessor parlamentar e dirigente partidário.

Para Simão, um mandato parlamentar só faz sentido se for expressão dos movimentos da sociedade civil organizada, se for impulsionador da construção do Partido e, sobretudo, se for coletivo e democrático.

Os movimentos de moradia, a luta pela reforma urbana e  agrária,   a agricultura familiar, as comunidades quilombolas, a educação pública e o movimento pela criação de universidades na zona Leste, políticas de segurança alimentar e o combate à fome ganharam um ponto de apoio nos três mandatos de Simão na ALESP.

A função fiscalizadora do parlamento também foi destaque em todos os mandatos de Simão Pedro. Sua atuação se destacou nacionalmente na denúncia das irregularidades e mal-feitos dos governos do PSDB, sobretudo no que ficou conhecido como  “trensalão” tucano, o cartel de empresas que atuam nas obras do metrô.  Entretanto, boa parte desses crimes permanecem impunes até hoje, em virtude da blindagem das lideranças do PSDB.

Em janeiro de 2013, Simão Pedro se licenciou do seu terceiro mandato e aceitou o desafio do prefeito Fernando Haddad: comandar a Secretaria de Serviços da principal cidade da América Latina.

Saiba mais do 1º Mandato

Saiba mais do 2º Mandato

Saiba mais do 3º Mandato

 Compartilhe nas Redes Sociais

RecebaInformativo

Você assinou nosso boletim com sucesso e em breve receberá correspondência !