Breve análise do meu amigo Allen, do Sindicato dos Engenheiros de S. Paulo e a qual eu corroboro:

1) A Greve Geral foi e está sendo vitoriosa;
2) Apesar de toda a contra informação tradicional na mídia grande, o povo é solidário e respeita a determinação de quem foi a greve;
3) Os vários níveis de organização e consciência aparecem nesta continental cartografia social;
4) Bancários, professores, petroleiros, metroviários e transportes e serviços urbanos, metalúrgicos e estudantes puxam mais fortemente o movimento.
5) O movimento sindical ativo se reencontra com os anseios sociais mais amplos da população no mercado de trabalho e com os aposentados;
6) Aonde teve movimento na educação, nas 222 cidades, observou-se vitórias mais rápidas na mobilização da greve;
7) Ressalta-se o caráter pacífico e reinvindicatório do movimento grevista. O povo, apesar dos desconfortos normais, apóia e expressa abertamente os objetivos do movimento;
8) Passeatas de apoio de todos os tamanhos: Em São Carlos, Palmas, Brasília… em dezenas de cidades. A tarde teremos os setores mais mobilizados fazendo atos nas principais cidades brasileiras, balanceando este dia vitorioso e musculando os ânimos para as próximas batalhas;
9) O recado que emerge claro e forte é de que não se quer esta reforma da previdência pois ela quebra a solidariedade social conquistada;
10) As forças democráticas no Congresso e na Sociedade saem fortalecidas com esta mobilização talvez de mais de 30 milhões de brasileiros. Os objetivos do sistema financeiro (cujos movimentos sempre tentam ser bem ocultos) contra a aposentadoria atual terão que ser revistos;
11) A crise no governo com o enfraquecimento e desmoralização do ministro da justiça Sérgio Moro, pilar e símbolo de todo o processo golpista desde 2014, vai só aumentando. Setores do bolsonarismo recuam e se recolhem atordoados e perplexos. A revelação das informações de parte do Golpe montado os constrangem e os colocam na defensiva política pela primeira vez desde 2015;
12) Um novo País, com um novo ânimo no povo, emerge nesta histórica sexta-feira, dia 14 de junho de 2019. Os trabalhadores e setores populares enfrentaram com sucesso a pedra angular que uniu e une todos os segmentos empresariais que articulam o fim da solidariedade social que é decisiva para a Nação não ir para um esfacelamento e divisão do País;
13) O 14J entra na História pela porta da frente.

As mensagens secretas da Lava-Jato para Condenar Lula e Impedir Vitória do PT em 2018
Capitulo 7 - LAVA-JATO FINGIU INVESTIGAR FHC PARA APARENTAR IMPARCIALIDADE, MAS MORO DISCORDOU: "NÃO MELINDRAR UM ALIADO"
RSS
Follow by Email
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram